A DANÇA DOS PLANETAS EM 2002


Prof. Renato Las Casas (29 abril de 2002)

O QUE É?

        É comum as pessoas pensarem que estão vendo o que chamamos de alinhamento de planetas, quando vêm os planetas ao longo de uma mesma reta no céu. Na realidade, dizemos que os planetas estão alinhados quando, se pudéssemos vê-los de fora do sistema solar, os veríamos (aproximadamente) ao longo de uma mesma reta. Através dos diagramas dessa página podemos perceber que vendo de fora de nosso sistema planetário, no início de maio, nosso planeta, Mercúrio, Venus, Marte e Saturno estarão quase que exatamente ao longo de uma mesma reta, enquanto que Júpiter estará um pouco fora. A consequência desse alinhamento é, daqui da Terra, vermos os planetas próximos uns aos outros.

        Como já salientamos no ítem anterior a trajetória dos planetas no céu se dá sempre, aproximadamente, ao longo de uma mesma reta. Isso é o resultado das suas órbitas estarem, aproximadamente, em um mesmo plano. Interessante notar que a inclinação dessa reta em relação à linha do horizonte dependerá da latitude do observador. Daqui de Minas Gerais estamos vendo esses planetas ao longo de uma reta inclinada para a direita; da América do Norte os veríamos ao longo de uma reta inclinada para a esquerda, por exemplo.

        O fato das órbitas dos planetas não serem exatamente coplanares, também explica o fato de vermos os planetas passarem uns pelos outros, ao longo desse caminho, sem se eclipsarem.

        Uma vez que Mercúrio e Venus só podem ser vistos próximos ao Sol; sempre que esses cinco planetas estiverem em uma mesma região do céu, estarão, óbviamente, também próximos ao Sol.

        O encontro desses planetas no céu visto da Terra acontece cerca de 26 vezes em cada milênio, porém nem sempre que isso acontece significa que poderemos vê-los juntos. O mais comum é termos o Sol entre eles, como aconteceu em maio de 2000. Sendo assim, mesmo estando esses cinco planetas em uma mesma região do céu, veremos alguns a oeste logo depois do anoitecer e outros a leste um pouco antes do amanhecer.

        Como o movimento de um planeta em torno do Sol é tanto mais lento, quanto maior é o raio de sua órbita, o encontro entre os "vagarosos" Saturno e Júpiter, que só acontece, aproximadamente, de 20 em 20 anos é o maior "dificultador" da ocorrência de alinhamento entre esses cinco planetas.

 

volta para "O QUE VER"