A FAMA DE EINSTEIN

Como, quando e onde começou

 

Prof. Renato Las Casas (03/09/99)

(colaboração: Prof. Domingos Sávio de Lima Soares)

 

 

O ECLIPSE DE 1919

 

Uma das observações científicas mais importantes de toda a história da Astronomia foi realizada no Brasil, em Sobral (CE), por astrônomos da Royal Astronomical Society de Londres, durante o eclipse total do Sol de 1919.

Segundo a Teoria Geral da Relatividade, publicada por Einstein em 1915, matéria (massa) "distorce" o espaço e o tempo em suas proximidades. Como uma conseqüência dessa distorção, um feixe de luz, ao passar próximo a uma grande massa, deve ser desviado (mudança em sua direção de propagação) por uma quantidade maior do que previa a Teoria da Gravitação formulada por Isaac Newton no século XVII e até então inquestionável. A luz de uma estrela ao passar próxima ao Sol deveria ser desviada, segundo Einstein, por 1,75 segundos de arco, desvio esse duas vezes maior que o previsto pela teoria de Newton.

 

Em 1913 Einstein escreve a um astrônomo sobre sua nova teoria

Em 1913 Einstein escreve a um astrônomo sobre sua nova teoria

 

O astrônomo Arthur Eddington, da Universidade de Cambridge, rapidamente reconheceu a importância dessa teoria e o fato dela poder ser verificada durante a totalidade de um eclipse solar, quando podemos ver estrelas que naquele momento se encontram quase atrás do Sol. As posições dessas estrelas, nesse momento, seriam vistas deslocadas pela quantidade prevista por Einstein? O eclipse de 29 de maio de 1919 ofereceria as condições ideais para essa verificação, quando o Sol eclipsado ficaria, visto da Terra, bem próximo a estrelas relativamente brilhantes.

 

Einstein e Eddington em Cambridge

Einstein e Eddington em Cambridge

 

Duas expedições foram organizadas pela Royal Astronomical Society para a observação desse fenômeno. Uma delas, chefiada pelo astrônomo Andrew Crommelin veio para Sobral (CE), cidade com 2.000 habitantes na época. Uma outra, chefiada pelo próprio Eddington, se dirigiu para a Ilha do Príncipe, localizada na costa atlântica da África, nas proximidades da Guiné Equatorial. Esses eram os sítios apontados pelos cálculos astronômicos como aqueles que apresentariam as melhores condições para a observação do fenômeno.

 

Local das observações em Sobral

Local das observações em Sobral

 

Na Ilha do Príncipe o mau tempo prejudicou o trabalho. Na hora do eclipse o céu estava bastante nublado, fazendo com que apenas duas das várias fotografias efetuadas apresentassem imagens de estrelas. Em Sobral as condições meteorológicas foram muito melhores. Aqui foram obtidas sete boas imagens do fenômeno.

No início de novembro a Royal Astronomical Society anunciou que os resultados obtidos confirmavam a teoria de Einstein.

 

Fotografia do eclipse de 1919, obtida em Sobral. As linhas verdes marcam as posições das estrelas usadas para a verificação da Teoria Geral da Relatividade

Fotografia do eclipse de 1919, obtida em Sobral

As linhas verdes marcam as posições das estrelas usadas para a verificação da Teoria Geral da Relatividade


RELATIVIDADE GERAL: Que teoria é essa?

 

Anteriormente, na elaboração da teoria da Relatividade Restrita, partindo da premissa que a velocidade da luz é sempre a mesma, independentemente do movimento de quem a observa, Einstein chegou à conclusão que massa, tempo e espaço dependem da velocidade do observador. Quanto maior a velocidade de um objeto em relação a nós, por exemplo, maior será sua massa, menor seu comprimento e os ponteiros de um relógio fixo nesse objeto se movem mais lentamente.

A idéia básica da Relatividade Geral, conhecida por "Princípio da Equivalência" é que gravidade, "puxando" um objeto em uma determinada direção é completamente equivalente a uma aceleração desse objeto na direção oposta. (Se estamos em um elevador acelerado para cima, sentiremos nosso "peso" aumentado, como se uma "gravidade extra" estivesse nos puxando para baixo).

 

Montagem feita com uma fotografia de Einstein, para ilustrar a distorção do espaço nas proximidades de uma massa

Montagem feita com uma fotografia de Einstein, usada para ilustrar a distorção do espaço nas proximidades de uma massa

      Se a Relatividade Restrita e o Princípio de Equivalência estão corretos, então gravidade, assim como movimento, afeta intervalos de tempo e de espaço. Quanto maior a gravidade em uma determinada região, maior será esse efeito, resultando em uma distorção do tempo e do espaço nas proximidades de corpos massivos (a gravidade devido a uma massa cresce rapidamente à medida que nos aproximamos dessa massa).

 

REPERCUSSÃO MUNDIAL

 

O mundo estava exausto com a Primeira Grande Guerra, carente por sinais da nobreza humana. Eis então que surge um modesto gênio, com interesses aparentemente apenas intelectuais, nos dando uma visão revolucionária do universo.

Após a divulgação dos resultados das observações do eclipse de 1919, Einstein se tornou notícia nos principais jornais do mundo. O London Times, por exemplo, no dia 8 de novembro publicava um grande artigo na primeira página intitulado "Revolução na Ciência: Einstein X Newton". Dois dias depois o New York Times, também em primeira página, publicava: "A Teoria de Einstein triunfa".

Mudou-se significativamente a visão humana acerca do Universo. Rapidamente Einstein se transformou em herói e mito.

 

 

Conexão para

 

O ECLIPSE DE SOBRAL

 

 

Conexão para

 

A TEORIA DA RELATIVIDADE DE EINSTEIN

 

 

 


Leia mais sobre:

 

História da Ciência