HISTÓRIA da ASTRONOMIA

e

 CIÊNCIAS AFINS

 

Prof. Túlio Jorge dos Santos(06 de março de 2006)

 

 

3.100 AC

STONEHENGE:

REGISTRO DE CONHECIMENTO ASTRONÔMICO. Sol e Lua, equinócios e solstícios...

 

 

 

2.700 AC

PRIMEIRO CALENDÁRIO DE 365 DIAS – EGITO

 

 

2.500 AC

PIRÂMIDES DO COMPLEXO DE GISÉ:

Alinhamento celeste; enchentes e vazantes do Nilo.

 

 

 

 

1.400 AC

RELÓGIO DE ÁGUA – EGITO

 

 

580 AC

ESCOLA DE PITÁGORAS:

Astronomia, medicina, música, matemática...

 

 

 

 

500 AC

ANAXÁGORAS:

Apresenta explicações para fenômenos celestes; especialmente eclipses...

 

 

 

460 AC

DEMÓCRITO:

Subdivisão da matéria átomo

Registros do heliocentrismo.

 

 

 

380 AC

ARISTÓTELES:

Ciência Política Ética.

Corpos Celestes se movem em círculos perfeitos.

 

 

 

 

 

310 AC

ARISTARCO:

Sugere que a Terra gira em torno do Sol.

 

 

 

 

220 AC

ERATÓSTENES:

Calculo do Diâmetro da Terra.

 

 

 

140 AC

HIPARCO:

Estima a distância Terra-Sol. Edita o primeiro catálogo de estrelas.

 

 

 

45 AC

INTRODUÇÃO DO CALENDÁRIO JULIANO

 

 

60 DC

DINASTIA HAN (CHINA)

Registro dos primeiros eclipeses. Invenção do papel e dos espelhos côncavos e convexos.

 

 

130

PTOLOMEU:

Apresenta o modelo Geocêntrico. Publica um Atlas que inclui a África e a Ásia.

 

 

 

250–280

Publicações chinesas descrevem o Teorema de Pitágoras.

Valor registrado para PI: p ~ 3.1547.

 

 

310–340

O astrônomo chinês YU HSI regstra a precessão dos equinócios.

 

 

340–370

Aperfeiçoamento dos calendários Maias.

Registro do cálculo da duração do ano em Vênus com propósitos religiosos.

 

 

425

TEODÓSIO II, GOVERNADOR DO IMPÉRIO ROMANO DO LESTE, FUNDA A UNIVERSIDADE DE CONSTANTINOPLA.

 

 

 

 

500

ARYABHATA, ASTRÔNOMO E MATEMÁTICO INDIANO, MENCIONA A ROTAÇÃO DA TERRA E O MODELO DE MOVIMENTO EM EPICÍCLOS DOS PLANETAS.

 

 

 

520–550

JOÃO PHILOPONO ESPECULA QUE UM PROJÉTIL ADQUIRE MOMENTO DO MECANISMO QUE O DISPARA, INTRODUZINDO A IDÉIA PRIMÁRIA DE INÉRCIA.

 

 

700

REGISTROS DE ESTUDOS DAS RELAÇÕES ENTRE MARÉS E FASES DA LUA PELO VENERÁVEL BEDE NO NORTE DA INGLATERRA

 

 

 

700-730

OBSERVAÇÕES ASTRONÔMICAS DETALHADAS E USO DA MATEMÁTICA PELOS MAIAS.

 

 

 

820-850

AL-FARGHANI ESCREVE “ELEMENTOS”, UM SUMÁRIO DA ASTRONOMIA DE PTOLOMEU.

 

 

 

910-940

THAN CHHIAO DESCREVE AS LENTES ÓPTICAS.

 

 

970-1000

GERBERT APRESENTA O ASTROLÁBIO, OS NUMERAIS ARÁBICOS E A PATENTE DE UM RELÓGIO MECÂNICO.

 

 

1000-1025

AVICENA E AL-BIRUNI, ENCICLOPEDISTAS, PUBLICAM TRATADOS SOBRE ASTRONOMIA, FÍSICA, MEDICINA, GEOGRAFIA E HISTÓRIA, QUE SERÃO USADOS NA EUROPA NOS PRÓXIMOS 700 ANOS.

 

 

 

1025-1050

ALHASEN ESCREVE “O TESOURO ÓPTICO”, PRIMEIRO TRATADO EM DIÓPTRICOS E A ÓPTICA DO OLHO HUMANO.

 

 

 

1050-1075

OMAR KHAYAM, POETA E MATEMÁTICO, RESOLVE EQUÇÕES CÚBICAS USANDO MÉTODOS GEOMÉTRICOS E REFORMULA O CALENDÁRIO MAOMETANO.

 

 

 

1175-1200

LEONARDO FIBONACCI ESCREVE O PRIMEIRO TRATADO DE ÁLGEBRA DO OCIDENTE.

 

 

 

1200-1225

FUNDAÇÃO DAS UNIVERSIDADES DE PARIS E OXFORD.

ROGER BACON REALIZA TRABALHOS EM ASTRONOMIA E MEDICINA EMPREGANDO LENTES PARA CORRIGIR DEFEITOS DE VISÃO.

 

 

 

1225-1250

REGISTRO DO USO DE CARTAS DE NAVEGAÇÃO POR MARINHEIROS OCIDENTAIS.

 

 

1280-1295

BACON USA LENTES CONVEXAS EM DEMONSTRAÇÕES.

PRIMEIRA FÁBRICA DE LENTES EM VENEZA.

 

 

 

1325-1340

LEVI BEN BERSON DE PROVENCE POPULARIZA UMA FORMA PRIMITIVA DE SEXTANTE, A CRUZ DE “STAFF”.

 

 

 

1355-1370

ORESME E BURIDAN CRITICAM OS CONCEITOS ARISTOTÉLICOS DE MOVIMENTO, INFLUENCIADOS  PELA IDÉIA DE ÍMPETO CONCEBIDA POR PHILOPONO; INAUGURANDO OS CONCEITOS BÁSICOS QUE SERÃO DESENVOLVIDOS, MAIS TARDE POR GALILEU.

 

 

 

1370-1385

GEOFFREY SAUCHER LANÇA O “PLANETÁRIO EQUATORIAL”, UM INSTRUMENTO PARA PREDIZER TRAJETÓRIAS E POSIÇÕES DOS PLANETAS.

 

 

 

1385-1400

PRIMEIROS RELÓGIOS MECÂNICOS NA EUROPA. DESTAQUE PARA O DA CATEDRAL DE SALISBURY.

 

 

 

1410-1420

GRANDE DESENVOLVIMENTO DA NAVEGAÇÃO EM PORTUGAL COM A ESCOLA DE SAGRES DE HENRIQUE “O NAVEGADOR”.

 

 

 

1420-1430

NICOLAU DE CUSA ESCREVE QUE A TERRA SE MOVE, E NÃO O CÉU, REFUTANDO O SISTEMA PTOLOMÁICO.

 

 

 

1440-1450

GUTENBERG LANÇA A IMPRENSA EM PEÇAS DE METAIS, PROCESSO INVENTADO NA CORÉIA NO SÉCULO 15.

 

 

 

1450-1460

INÍCIO DA REFORMA DO CALENDÁRIO SOB DIREÇÃO DO ASTRONÔMO PUERBACH. ESTA REVISÃO SÓ TERMINARÁ EM 1582.

O calendário Juliano, com precisão de um dia em cento e vinte oito anos, apresentava um erro de dez dias em 1450.

 

 

1460-1470

O ASTRONÔMO JOHANN MÜLLER (REGIOMONTANUS) FAZ A REVISÃO DAS TABELAS DE NAVEGAÇÃO.

 

 

 

1480-1490

LEONARDO DA VINCI, ALÉM DA ESCULTURA, ARQUITETURA, PINTURA, ANATOMIA, MECÂNICA, APRESENTA TAMBÉM TRABALHOS EM SISTEMAS ÓPTICOS.

 

 

 

1490-1500

GRANDES NAVEGAÇÕES. VIAGENS DE DIAZ, VASCO DA GAMA, COLOMBO E MAGALHÃES. APOGEU DAS ESCOLAS DE NAVEGAÇÃO DA ESPANHA E PORTUGAL.

 

 

 

1540-1550

NO ANO DE SUA MORTE (1543), NICOLAU COPÉRNICO PUBLICA “AS REVOLUÇÕES DAS ÓRBITAS TERRESTRES”; NELE A TERRA, A LUA E OS PLANETAS SE MOVEM EM CÍRCULOS AO REDOR DO SOL.

 

 

 

1560-1570

O MATEMÁTICO FRANCÊS VIETA É O PIONEIRO NO USO DE LETRAS COMO SÍMBOLOS PARA A ALGEBRA E A TRIGONOMETRIA.

 

 

 

1570-1580

NÚMEROS DECIMAIS SÃO INTRODUZIDOS NOS CÁLCULOS MATEMÁTICOS DE GRANDEZAS FÍSICAS POR SIMON STEVIN.

 

 

 

1580-1590

TYCHO BRAHE E JOHANNES KEPLER TRABALHAM NA EXTENSÃO DO MODELO DE COPÉRNICO. BRAHE FAZ OBSERVAÇÕES PRECISAS DOS MOVIMENTOS DOS PLANETAS E KEPLER USA ESSAS OBSERVAÇÕES PARA CALCULAR AS ÓRBITAS DOS PLANETAS. KEPLER DESCOBRE QUE TAIS ÓRBITAS SÃO ELIPSES E NÃO CÍRCULOS PERFEITOS COMO PROPOSTO POR COPERNICO. OS RESULTADOS ESTABELECEM A ASTRONOMIA COMO CIÊNCIA OBSERVACIONAL.

 

     

 

 

1590-1600

GALILEU ANUNCIA SUA CONCORDÂNCIA COM O SISTEMA HELIOCÊNTRICO DE COPÉRNICO E TRÊS ANOS MAIS TARDE GIORDANO BRUNO FAZ O MESMO, ACRESCENTANDO QUE O UNIVERSO É INFINITO NO ESPAÇO E NO TEMPO E QUE CONTÊM UMA MULTITUDE DE SÓIS CINCUNDADOS POR PLANETAS. BRUNO SERÁ QUEIMADO PELA INQUISIÇÃO.

 

     

 

 

1600-1606

PUBLICAÇÃO DA OBRA “O MAGNETO”, UM ESTUDO DE ELETRICIDADE E MAGNETISMO DO INGLÊS WILLIAN GILBERT. NELE O AUTOR SUGERE QUE A TERRA É UM IMÃ GIGANTESCO QUE POSSUI SEU PRÓPRIO CAMPO MAGNÉTICO. GALILEU ESTUDA O MOVIMENTO DE QUEDA LIVRE DOS CORPOS E DESCOBRE QUE ELES SÃO ACELERADOS CONSTANTEMENTE EM DIREÇÃO A TERRA. SEUS EXPERIMENTOS DO MOVIMENTO DOS CORPOS LEVAM À INTRODUÇÃO DO CONCEITO PRIMÁRIO DE INÉRCIA. GALILEU CONSIDERADO PAI DA CIÊNCIA EXPERIMENTAL APRESENTA SUAS CONCLUSÕES BASEADAS NA OBSERVAÇÃO E NOS EXPERIMENTOS.

 

 

 

1606-1612

O HOLANDÊS HANS LIPPERSHEY INVENTA O TELESCÓPIO EM 1608. KEPLER PUBLICA SUA “ASTRONOMIA NOVA” ONDE APRESENTA OS PLANETAS GIRANDO EM ÓRBITAS ELÍPITCAS EM TORNO DO SOL, COM VELOCIDADES VARIÁVEIS. GALILEU USA SUA LUNETA PARA DESCOBRIR AS LUAS DE JÚPITER E AS FASES DE VÊNUS, DESCOBERTA QUE IRÁ COLOCAR A VALIDADE DO MODELO HELIOCÊNTRICO.

 

 

 

AQUI ACONTECE O PRIMEIRO REGISTRO DA UTILIZAÇÃO DE UM AVANÇO TECNOLÓGICO PELA ASTRONOMIA.

1612-1618

John Napier  introduz os logarítmos e Henry Brigss publica a primeira tabela logarítmica.

 

     

 

 

1618-1624

Kepler publica "Harmonia do Mundo" retomando a antiga idéia da harmonia das esferas tentando encontrar e relação entre música e astronomia. Este trabalho indica os rudimentos de sua terceira lei do movimento planetário.

Francis Bacon publica "Novum Organun" onde afirma que as teorias devem ser construídas a partir de hipóteses e testadas na observação e na experimentação.

 

     

 

 

1630-1636

Galileu publica "Diálogo acerca de dois sistemas", apresentando evidências para o sistema heliocêntrico.

 

 

1636-1642

René Descartes publica o "Discurso do Método" onde estabelece o método dedutivo, segundo o qual as teorias são construídas pelas observações testadas experimentalmente e então verificadas. Inventa, também o sistema coordenado geomético (cartesiano), no qual a posição pode ser descrita matematicamente.

Esta invenção será fundamental para o desenvolvimento científico e tecnológico a seguir.

Galileu publica "Duas Novas Ciências", um tratado de dinâmica física que indica definitivamente seu caráter experimental.

 

 

 

1642-1648

Blaise Pascal descobre o princípio da hidráulica e publica os primeiros estudos em teoria da probabilidade.

 

 

Torricelli demonstra que a pressão do ar é suficiente para subir uma coluna de mercúrio de 76cm produzindo o primeiro barômetro.

 

 

 

1648-1654

Guerricke usa os hemisférios de Magdeburgo para mostrar a potência da pressão do ar.

 

 

 

1654-1660

Christian Huygens inventa o relógio de pêndulo. Descobre os anéis de Saturno e Titan, satélite do planeta.

 

     

 

É fundada em Florença a primeira instituição de pesquisa científica a Academia Del Cimento

.

 

 

1660-1666

Fundação de Academias de Ciência: Royal Society em Londres e a Académie Royale, em Paris.

Robert Boyle descobre que a pressão de uma gás varia inversamente com o volume (Lei de Boyle, 1662).

 

 

Cassini observa capas de gelo envolvendo os pólos do planeta Marte

 

 

 

1666-1672

Isaac Newton concebe a Lei da Gravitação Universal, descobre o espectro da luz visível e inventa o telescópio refletor.

 

 

Leibniz constrói uma máquina de calcular capaz de multiplicar e dividir.

 

 

 

1672-1678

Fundação do Observatório Astronômico de Greenwich, meridiano padrão de longitude.

 

 

Cassini descobre a divisão dos anéis de Saturno (Falha de Cassini)

 

 

Robert Hook enuncia sua lei, estabelecendo a relação entre força e elongamento em molas.

 

 

Olaus Roemar calcula pela primeira vez um valor finito para a velocidade da luz utilizando observações astronômicas (c ~225,000km/s).

 

 

O Cálculo, importante ferramenta matemática, é desenvolvido independentemente por Newton e Leibniz.

 

1684-1690

Newton publica a obra Principia. O primeiro tomo apresenta o comportamento dos corpos em movimento enunciando suas três leis e os princípios da gravitação universal. O segundo tomo apresenta o movimento ondulatório. O terceiro utiliza os princípios dos tomos anteriores para explicar o movimento dos corpos na Terra e no Universo.

Propõe também uma teoria para a luz utilizando o conceito de partícula.

 

 

 

1690-1696

Cristhian Huygens apresenta uma teoria ondulatória para a luz.

 

 

 

1702-1708

Newton publica o trabalho intitulado Óptica onde expõe o comportamento da luz como partícula. Esta Teoria será válida por cem anos, até que a Teoria Ondulatória de Huygens seja resgatada.

Edmond Halley propõe que os cometas também orbitam o sol e utiliza os princípios de Newton para predizer o retorno do cometa que leva seu nome.

 

 

 

1714-1720

Gabriel Fahrenheit inventa o termômetro a mercúrio.

 

 

 

1724-1728

George Graham apresenta o relógio de pêndulo com compensação de temperatura utilizando o mercúrio para neutralizar a contração e expansão do pêndulo.

 

 

John Harrison Constrói o relógio com compensação de temperatura e com atrito reduzido.

 

 

 

1728-1732

James Bradley descobre a precessão estelar devido ao movimento da Terra apresentando a primeira confirmação absoluta do modelo heliocêntrico.

 

 

 

1732-1736

Charles Marie de la Condamine descobre a borracha na selva amazônica durante expedição para medir a curvatura da Terra.

 

 

 

1736-1740

Daniel Bernoulli relaciona fluxos em fluidos com pressão.

 

 

 

1740-1744

Ander Celsius apresenta a escala de temperatura com 0º representando o ponto de fusão da água e o 100º representando seu ponto de ebulição.

 

 

Mikail Lomonosov sugere a Lei da Conservação da Massa

 

 

Jean D'Alambert publica o Tratado de Dinâmica onde resolve problemas de mecânica.

 

 

 

1744-1748

Van Musschenbroek constrói na Universidade de Leyden, um dispositivo capaz de armazenar grande quantidade de eletricidade estática (condensador elétrico). A "Garrafa de Leyden" servirá para os primeiros estudos acerca da natureza da eletricidade.

 

 

 

1748-1758

Benjamin Franklin mostra que a luz tem caráter elétrico e através de seus resultados desenvolve o pára-raios.

 

 

 

1752-1756

Immanuel Kant apresenta seu modelo para a formação do sistema solar e sugere a existência de galáxias.

 

 

 

1756-1760

Lomonosov observa a atmosfera de Vênus.

John Bird cria um sextante que torna as observações náuticas mais precisas.

John Dollond produz as primeiras lentes acromáticas.

 

     

 

 

1760-1764

Joseph Black  define a diferença entre calor e temperatura e descobre o calor específico e o calor latente.

 

 

 

1764-1768

Fundação da Lunar Society na Inglaterra. Fórum de indústrias, científicas, inventores e filósofos.

 

 

Henry Cavendish descobre o Hidrogênio. Cavendish fez também descobertas fundamentais em eletricidade que não foram publicadas. Ele também teria calculado a massa da Terra.

 

 

 

1768-1772

Luigi Galvani produz corrente elétrica ao fazer experimentos para estudar os efeitos da eletricidade em músculos e nervos de animais.

 

 

 

1772-1776

Período de descobertas de elementos químicos:

Scheele e Joseph Priestley em sequência descobrem independentemente o oxigênio.

Scheele também se envolve na descoberta do cloro e do tungstênio e de outros elementos.

Rutherford descobre o nitrogênio.

 

   

 

1780-1784

William Herschel descobre o planeta Urano.

 

     

 

1784-1788

Jacques Charles enuncia a Lei de Charles que estabelece que a uma pressão constante, o volume de um gás ideal é diretamente proporcional à sua temperatura absoluta.

 

 

 

1788-1792

Antoine Lavoisier publica seu Tratado Elementar de Química fundando a química moderna. Ele também enuncia a Lei da Conservação da massa e define reação química.

 

 

 

1792-1796

É adotado na França o Sistema Métrico Decimal.

 

 

 

1796-1800

Conde Rumford descobre a natureza do calor associando-o pela primeira vez à energia cinética destacando que calor é uma forma de movimento e não um fluido.

 

 

Conde Volta inventa a bateria apresentando o primeiro método prático de geração de eletricidade.

 

 

 

1800 – 1802

Willian Herschel descobre a radiação infravermelha do sol.

Thomas Young apresenta o modelo de interferência da luz resgatando o conceito ondulatório de Huygens. Ele estuda também a elasticidade dos metais dando seu nome ao módulo que relaciona força e deformação.

John Ritter, seguindo o procedimento de Herschel descobre a radiação ultravioleta do sol.

 

 

 

1807 – 1810

O químico Humphry Davy descobre o potássio e o sódio. O matemático Jean Fourier mostra que uma onda complexa é a superposição de várias ondas simples. John Dalton propõe a teoria atômica estabelecendo que os mesmos elementos têm o mesmo número de átomos e que um composto é constituído de átomos combinados em proporções fixas.

   

 

 

 

1810 – 1812

Joseph Gay-Lussac mostra que os gases se combinam em certas proporções por volume e sugere que estas proporções estão ligadas à fórmula do composto resultante. Este resultado leva à determinação dos pesos atômicos. Amadeo Avogado anuncia que volumes iguais de gases à mesma temperatura e pressão contêm igual número de moléculas e apresenta o número que leva seu nome (na = 6.02251 x 1023).

 

 

 

1812 – 1815

Jons Berzelius introduz os símbolos dos elementos químicos e isola pela primeira vez o cério, o selênio, o tório, o silício e o zircônio. Joseph Fraunhofer realiza observações espectroscópicas do sol e identifica as linhas escuras de absorção.

 

 

 

1815 – 1817

Jean Biot descobre a polarização da luz ao realizar experimentos ópticos. Registro do nascimento da fotografia a partir da fixação sobre uma substância de imagens obtidas em uma câmera escura na qual se acopla uma lente.

   

 

 

1817 – 1820

Hans Oersted descobre a relação intrínseca entre a eletricidade e o magnetismo (eletromagnetismo) ao notar a deflexão da agulha de uma bússola ao ser aproximada de um fio por onde passa uma corrente elétrica.

 

 

1820 – 1822

André Ampére, estudando o efeito de correntes elétricas em fios, inventa o solenóide e funda as bases da eletrodinâmica.

 

 

1822 – 1825

Sadi Carnot publica um tratado onde mostra que somente uma fração do calor produzido pela queima de óleo em um motor é transformada em movimento, dependendo unicamente da diferença de temperatura no motor. Este tratado constituirá a base da moderna termodinâmica.

 

 

1825 – 1827

O botânico Robert Brown observando partículas de pólen flutuando na água descobriu o movimento caótico delas (movimento browniano) e indicou a existência de moléculas. O físico e matemático George Simon Ohm desenvolveu a primeira teoria matemática da condução elétrica em circuito, relacionando tensão, resistência e corrente (lei de ohm).

 

 

 

1827 – 1830

O físico Willian Nicol constrói o primeiro instrumento óptico para analisar a luz polarizada (Prisma de Nicol). O matemático Nicolai Lobachevski desenvolve a geometria não euclidiana no espaço hiperbólico – aberto.

 

 

 

1830 – 1832

O físico Michael Faraday descobre a indução magnética e a partir dela constrói o primeiro gerador elétrico. Além disso, formula as leis da eletrólise.

 

 

1832 – 1835

Karl Gauss aplica a matemática à eletricidade e ao magnetismo e apresenta uma série de unidades para as quantidades físicas envolvidas.

 

 

 

1835 – 1837

Robert Brown observa pela primeira vez o núcleo de uma célula viva. Charles Babbage apresenta os princípios do computador mecânico.

 

 

 

1837 – 1840

Friedrich Bessel utiliza pela primeira vez a paralaxe e um instrumento inventado por ele, o heliômetro para determinar a distância de uma estrela.

 

 

1840 – 1842

Christian Doppler descobre o efeito do desvio na freqüência de uma onda devido ao movimento relativo entre a fonte e o observador (efeito Doppler).

 

 

1842 – 1845

O equivalente mecânico do calor é medido pela primeira vez por Julius von Mayer que elabora um princípio da conservação da energia. Na sequência, James Joule, após realizar uma série de experimentos, estabelece um princípio da conservação da energia em bases mais sólidas. Hermann von Helmholtz finalmente enuncia formalmente a lei da conservação da energia.

   

 

 

1845 – 1847

Os astrônomos John Adams e Joseph Le Verrier calculam independentemente a órbita do planeta Netuno a partir de observação de perturbações na órbita de Urano. O astrônomo Johan Galle, seguindo os cálculos de Adams e Le Verrier descobre o planeta logo depois.

   

 

 

1847 – 1850

Os físicos Hyppolite Fizeau e Jean Foucault determinam a velocidade da luz no ar utilizando um estroboscópio (c ~ 289,000 km/s).

 

 

 

1850 – 1852

O físico Rudolf Clausius enuncia a segunda lei da termodinâmica introduzindo o conceito de entropia. Jean Foucault demonstra a rotação da terra utilizando um pêndulo (Pêndulo de Foucault), e determina a velocidade da luz usando espelho giratório (c ~ 313,000 km/s) e inventa o giroscópio.

   

 

 

1852 – 1855

O matemático George Boole apresenta as bases da lógica simbólica em seu tratado “leis do pensamento”. O também matemático Bernhard Riemann apresenta a geometria Riemaniana, não-euclidiana e elíptica. O físico e matemático George Stokes apresenta seus parâmetros para a polarização da luz.

   

 

 

1855 – 1857

Clausius publica um moderno tratado sobre a teoria cinética dos gases. Parkes patenteia o primeiro material plástico (celulóide).

 

 

 

1857 – 1860

Stanislao Cannizzaro propõe a padronização dos pesos atômicos dos elementos e das fórmulas químicas. Friedrich von Stradonitz apresenta os princípios da química orgânica, a Teoria da Tetracovalência do carbono e a forma hexagonal do benzeno. Gustav Kirchoff mostra que a energia emitida por um corpo negro é função apenas da temperatura e da frequência.

   

 

 

1860 – 1862

Alvan Clark registra observação da companheira da estrela Sírius e apresenta inventos relacionados à fabricação de telescópios. Willian Huggins usa o espectro estelar para identificar elementos químicos e sugere que os mesmos elementos são encontrados na terra e no sol.

 

 

 

1862 – 1865

Clausius introduz o conceito macroscópico de entropia. John Herschel, filho de Willian Herschel, publica o “catálogo geral de nebulosas e aglomerados”. James Clerk Maxwell apresenta a teoria da dinâmica do campo eletromagnético.

   

 

 

1865 – 1867

Alfred Nobel inventa a dinamite. Willian Huggins descobre, através de observações espectroscópicas, uma nuvem de hidrogênio envolvendo “nova”.

 

 

 

1867 – 1870

Dmitry Mendeleev apresenta a tabela periódica dos elementos químicos prevendo propriedades de pelo menos três novos elementos. O padre Angelo Secchi mostra os primeiros mapas dos canais em marte. Publicação do primeiro número da revista Nature.

   

 

 

 

1870 – 1872

Lord Rayleigh discute a cor do céu e do por do sol e propõe um modelo de espalhamento da luz (Espalhamento Rayleigh). Henry Draper faz pela primeira vez a fotografia do espectro de uma estrela (Vega).

 

 

 

1872 – 1875

Maxwell mostra que a luz é uma radiação eletromagnética. John Kerr descobre a bi-refringência elétrica induzida em alguns líquidos inaugurando a Eletro-óptica. Johannes van der Waals calcula as forças intermoleculares. Ele também descreve o comportamento dos gases ideais utilizando equações matemáticas.

   

 

 

1875 – 1877

Giovanni Sciaparelli apresenta mapa detalhado dos canais de marte. Willian Clifford sugere que o movimento da matéria está relacionado a variações na geometria do espaço.

 

 

 

1877 – 1880

Ludwig Boltzmann estabelece a relação entre entropia e probabilidade e junto com seu professor Josef Stefan mostra que o fluxo radiante de um corpo negro é proporcional à quarta potência da temperatura (lei de Stefan–Boltzmann). Ferdinand Braun inventa o tubo de raios catódicos.

   

 

 

1880 – 1882

Albert Michelson inventa o interferômetro e em parceria com Edward Morley realiza experimento que confirma a não existência do éter.

 

 

 

1882 – 1885

Um comitê internacional estabelece o Meridiano de Greenwich. Boltzmann demonstra a Lei do Fluxo de Radiação de um corpo negro a partir da termodinâmica.

 

 

 

1885 – 1887

Rudolph Hertz descobre as ondas de rádio. O projeto “carta do céu” é lançado em Paris com o objetivo de catalogar estrelas até a 14a magnitude.

 

 

 

1887 – 1890

Em seus estudos sobre a gravitação, Lenard Eotvos inventa a balança de torção. Registro de grande desenvolvimento de filmes e papéis fotográficos por George Eastman.

 

 

 

1890 – 1892

George Hale fotografa o sol com seu Espectroheliógrafo. John Dreyer publica o catálogo geral de estrelas, nebulas e aglomerados.

 

 

 

1892 – 1895

Wilhem Roetgen descobre a radiação-X. Edward Maunder identifica o período de mínima atividade solar.

 

 

 

1895 – 1897

Antoine Becquerel descobre a radioatividade. J. J. Thomson descobre o elétron a partir de experimentos em um tubo de raios catódicos. Ele também argumenta que os átomos devem conter elétrons em órbitas.

 

 

 

1897 – 1900

Konstantin Tsiolkovski lança as bases teóricas para as viagens espaciais. Marie Curie e seu marido Pierre Curie descobrem o polônio e o rádio. Ernest Rutherford descobre a radiação alfa e a radiação beta.

   

 

CONTINUA EM BREVE...

 


Leia mais sobre:

 

História da Ciência